sexta-feira, 15 de setembro de 2017

8º Congresso internacional de revisão por pares e publicação científica

Foto: Tais Galvão
Por Tais Galvão* 

Nos dias 10 a 12 de setembro de 2017, ocorreu em Chicago, Estados Unidos, o Eighth International Congress on Peer Review and Scientific Publication, promovido pelos periódicos Journal of the American Medical Association (JAMA) e British Medical Journal (BMJ). Eu me interessei em participar desse congresso por recomendação da Editora Geral da RESS, e também por contato com informações sobre o evento (como esse comentário do Dr. Drummond Rennie, um dos idealizadores do evento, que ocorreu a primeira vez em 1989. O congresso ocorre a cada 4 anos e reúne editores, pesquisadores e outras pessoas envolvidas no processo de revisão por pares, com a finalidade de discutir a publicação científica, seus avanços e desafios.



Foto: Tais Galvão
O que mais me impressionou neste congresso foi o fato de haver sido totalmente voltado à apresentação de resultados pesquisas. Nos congressos que participei anteriormente, era comum haver um pesquisador renomado na área tratando de um assunto que domina. Nesse formato de  comunicação, as opiniões do apresentador têm peso importante. Em contraste, no International Congress on Peer Review and Scientific Publication, as melhores pesquisas submetidas compuseram a programação principal, organizadas por temas e moderadas por editores de periódicos. As discussões foram ricas, com muita participação dos congressistas, que levantaram hipóteses, sugestões e críticas às pesquisas, em um nível de debate elevado.
Houve também apresentação de pesquisas em pôster. Tive a oportunidade de apresentar, nesta modalidade, os resultados de uma análise dos esforços dos periódicos brasileiros em aumentar a qualidade e reduzir desperdício nas pesquisas em saúde (página 99). Neste estudo, encontramos que somente a RESS e mais um periódico brasileiro, entre os 50 indexados no Medline, atingiram a a maior pontuação observada (presença de 8 dos 10 itens).

Foto: Tais Galvão

Durante os três dias de congresso, foram discutidas questões relacionadas à integridade na pesquisa e na publicação (conflitos de interesses, vieses de relato e publicação, má-conduta, compartilhamento de dados), estratégias para melhorias em publicação (qualidade do relato, qualidade da pesquisa, registro de ensaios clínicos, financiamento) e inovações na área (pré- e pós-publicação, revisões abertas, revisões por participantes dos estudos). Houve também cinco sessões de apresentadores convidados, com apresentações curtas e discussões subsequentes.

Foto: Tais Galvão
Outro ponto forte do congresso foi a possibilidade de interação com os participantes, facilitada compartilhamento do espaço durante o  café da manhã, almoço e lanches. No último dia, eu estava tomando café com outras congressistas e sentou conosco o Dr. Drummond Rennie. Parabenizei-o pelo formato do congresso e por sua característica principal de privilegiar a apresentação de evidências. Ele me respondeu - depois de lembrar de uma ópera que leva meu nome (Thaïs, do francês Jules Massenet) - que essa é uma batalha pessoal que ele trava desde o primeiro congresso.


No final do desse dia, Dr. Rennie recebeu uma bonita homenagem dos editores do JAMA e do BMJ. A Dra. Annette Flanagin  (JAMA) - que coincidentemente foi a editora do nosso pôster - relembrou seus esforços para elevar a qualidade da publicação e da ciência, lutando pela liberdade científica. Nas palavras da Dra. Fiona Goodle (BMJ), Rennie mudou o mundo. Não conseguiria encontrar palavras melhores, e somente uma editora do nível da Dra. Fiona para conseguir sumarizar tão bem o que pude presenciar nesses três dias intensos.
A nona edição do Congresso internacional de revisão por pares e publicação científica ocorrerá 2021, tradicionalmente em Chicago, cidade onde a sede do JAMA está localizada. Pretendo participar novamente e espero encontrar vocês por lá!

Para saber mais sobre as iniciativas da RESS voltadas à integridade na pesquisa e na publicação:

* Tais Freire Galvão – Editora Associada da RESS para artigos de revisão sistemática, professora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Universidade Estadual de Campinas.
É farmacêutica formada pela Universidade Federal do Amazonas, mestre em Efetividade em Saúde Baseada em Evidências pela Universidade Federal de São Paulo e Doutora em Ciências da Saúde pela Universidade de Brasília, com estágio sanduíche na Columbia University.
Desenvolve pesquisas na área de avaliação de tecnologias em saúde, com ênfase em revisões sistemáticas da literatura e prevalência de doenças e fatores de risco na população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos a sua visita e seu comentário.